quinta-feira, 9 de Abril de 2020  17:46
PESQUISAR 
LÍNGUA  

Portal D'Aveiro

Inovasis Prescrição eletrónica (PEM), Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT), Gestão de Clínicas Publicidade

Inovanet


RECEITA SUGESTÃO

Sopa de Alho Francês

Sopa de Alho Francês

Derreta num tacho a manteiga e junte os alhos franceses partidos às rodelas finas. Deixe ferver durante 15 ...
» ver mais receitas


NOTÍCIAS

imprimir resumo
26-03-2020

Funcionários de IPSS Os Pioneiros, de Mourisca do Vouga, passam a viver em isolamento com idosos.



A IPSS Os Pioneiros, de Mourisca do Vouga, arrancou, hoje, com um serviço pioneiro com 28 funcionários a trabalhar, por dois turnos de 15 dias, isolados com os seniores.

Hoje, 14 funcionários entraram, de malas feitas, nas instalações da associação, onde vão ficar a viver, junto com os seniores, nos próximos 15 dias. Isolados e sem qualquer contato com o exterior.

O objetivo, segundo referiu José Carlos Arede, Presidente d’Os Pioneiros, é preservar ao máximo a integridade da população residente do lar que se situa nas 50 pessoas.

Jorge Almeida, Presidente da Câmara de Águeda, acompanhou o momento da entrada ao serviço deste primeiro grupo de funcionários e aproveitou a ocasião para lhes dar uma palavra de encorajamento e gratidão pela dedicação a esta causa.

“Mais do que trabalho, o que estão a fazer é um ato de amor. É admirável o vosso esforço e empenho”, começou por dizer o Edil aguedense, acreditando que, no final de todo este processo, vão sair “com o coração cheio”.

“O risco de contágio vai diminuir drasticamente com esta vossa atitude. Sei que 15 dias é muito tempo, pelo que esta vossa dedicação merece todo o reconhecimento e por isso mesmo quis prestar-vos esta homenagem e demonstrar a gratidão de Águeda pela vossa atitude exemplar”, concluiu Jorge Almeida.

Para realizar esta tarefa, Os Pioneiros deu nova funcionalidade à valência de jardim de infância da insitituição, uma área do edifício que ficou vazia por força do estado de emergência declarado pelo Governo, para ocupar as salas das crianças com beliches, onde vão ficar instalados os funcionários durante o período de isolamento.

José Carlos Arede realçou que “não foi difícil convencer os funcionários a adotar esta medida” e que todos abraçaram a ideia com afinco e altruísmo.

Esclareceu que o lar (onde ficam os seniores e a ala dos funcionários) e a cozinha vão ficar em isolamento total, sendo que as restantes valências da associação continuam a funcionar como normalmente.

Logo após os primeiros 15 dias, este grupo de 14 funcionários dará lugar a um novo grupo de 14 elementos que, entretanto, ficará em suas casas também resguardados e o mais isolados possível para “blindar qualquer possibilidade de contágio”.

Os funcionários que hoje deram entrada n’Os Pioneiros acreditam que estão a “fazer o que é certo” e a tomar as medidas necessárias para “minimizar o impacto” que o surto pode ter nesta população.

Rosa Oliveira, de 52 anos e há 20 a trabalhar na IPSS de Mourisca do Vouga, vai mais além e vai estar isolada junto com os seniores durante um mês.

“Aceitei de caminho esta medida”, disse, referindo que sendo cozinheira e responsável pelo que se prepara na IPSS não poderia ir para casa ao fim de 15 dias e decidiu dar o exemplo, ficando o mês inteiro na instituição. Preparou as malas e deixou em casa o marido e os dois filhos, de 28 e 22 anos. “Foi difícil deixá-los, mas eles já são grandes e conseguem ficar sozinhos. Era necessário

 

 


ACESSO

» Webmail
» Definir como página inicial

Publicidade

TEMPO EM AVEIRO


Inovanet
INOVAgest ®