terça-feira, 21 de Janeiro de 2020  14:05
PESQUISAR 
LÍNGUA  

Portal D'Aveiro

Inovasis Prescrição eletrónica (PEM), Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT), Gestão de Clínicas Inovasis

Inovanet


RECEITA SUGESTÃO

Espetada de Carne

Espetada de Carne

Corte a carne em cubos e tempere-os com sal grosso. Enfie-nos em espetos de louro e grelhe-os em fogueira sobre um toro ...
» ver mais receitas


NOTÍCIAS

imprimir resumo
14-01-2020

Helga Correia não vê “uma linha” no Orçamento do Estado para a reabilitação do Vouguinha.



A deputada do PSD Helga Correia lamentou na segunda-feira que o Orçamento do Estado para 2020 (OE) não contemple “uma linha” para a reabilitação do Vouguinha. Numa audição ao ministro das infraestruturas, a parlamentar social democrata notou que o Plano Nacional de Investimentos 2030 “ficou na gaveta”.

“Os vários estudos sobre a modernização da Linha do Vouga concluíram que há viabilidade económica e que a Linha do Vouga é estruturante para a dinâmica e potencia a atividade dos municípios a sul da Área Metropolitana do Porto” – acentuou Helga Correia, recordando que se trata de “uma reivindicação antiga dos autarcas e das populações”.

Helga Correia defendeu o projeto lembrando que Oliveira de Azeméis faz parte da Área Metropolitana do Porto juntamente com mais três concelhos atravessados pela linha centenária do Vouga – os concelhos de São João da Madeira, Santa Maria da Feira e Espinho – e mais dois concelhos, Arouca e Vale de Cambra. A deputada aveirense enfatizou que, à exceção de Espinho, atravessada pela Linha do Norte, os restantes municípios que integram a área metropolitana não dispõem de ligação direta ao Porto.

“O OE de 2019 não trouxe qualquer novidade; o OE para 2020 nem uma linha” – atirou Helga Correia, recordando que, para o governo, “na última legislatura é que ia ser”, mas foi apresentado o Plano Nacional de Investimentos 2030 “que acabou por ficar na gaveta”.

A deputada do PSD sublinhou que Assembleia da República constituiu um grupo de trabalho, que ouviu várias entidades, que priorizaram, entre outras obras, a requalificação da Linha do Vouga no troço Oliveira de Azeméis – Espinho incluindo a construção do ponto de amarração na linha do Norte. Por outro lado, o Parlamento aprovou uma resolução na qual foram indicadas um conjunto de obras que deveram ser tidas em conta, “e nessas obras incluiu-se a Linha do Vouga, que foi considerada prioritária pelas entidades ouvidas”.

 

 


ACESSO

» Webmail
» Definir como página inicial

Publicidade

TEMPO EM AVEIRO


Inovanet
INOVAgest ®