MÁRIO PATRÃO QUER REGRESSAR MAIS FORTE

Mário Patrão viveu um dos momentos mais cruéis da sua vida desportiva quando, na véspera de partir para o Peru, para fazer integrar o pelotão da 40.ª edição do Rali Dakar, ficou “preso” a uma forte dor abdominal e, para se “libertar” do sofrimento, teve de tomar a dura e urgente decisão: ser submetido a uma intervenção cirúrgica para lhe ser extraído o apêndice.
Diário de Aveiro


Portal d'Aveiro - www.aveiro.co.pt